O que é fisioterapia pélvica?



Antes de falar da fisioterapia pélvica, vamos falar dos músculos do assoalho pélvico, ok?

O assoalho pélvico é uma musculatura, conjunto de músculos que ficam no assoalho, no chão da pelve.

É uma musculatura flexível que tem como função sustentar nossos órgãos pélvicos (bexiga, útero e intestino), manter a nossa continência urinária e

fecal e é importantíssimo na vida sexual.

Assoalho pélvico durante a gravidez

Na gravidez, há uma grande sobrecarga do assoalho pélvico por causa do aumento gradual do útero e do bebê e ele pode sofrer algumas alterações se não estiver forte, tônico o suficiente.

E no trabalho de parto, o assoalho pélvico precisa estar flexível o suficiente para permitir a passagem do bebê pelo canal vaginal. Se não, podem ocorrer as lacerações perineais, que é um "rasgo" na musculatura durante a passagem do bebê.

E aí vamos abrir um parêntese: As lacerações têm vários graus (desde leve até grave) e dependendo do grau não necessitam de sutura (que é a costura com pontos) após o parto.

Quando a gente fala de episiotomia é um corte na musculatura do assoalho pélvico feito pelo médico. Hoje em dia, a episiotomia não é mais realizada (ou não deveria ser).

Após o parto, para uma melhor e mais rápida recuperação muscular, o ideal é que tenha acontecido uma laceração de grau mais leve do que uma episiotomia, pois ela irá lesionar várias camadas musculares e sempre necessitará de sutura.

Para prevenir as lacerações, a mulher pode preparar o seu assoalho pélvico durante toda a gestação! É fundamental para a gestante ter um assoalho pélvico forte e flexível para auxiliar no momento do parto!

Fecha parêntese.

E aí vamos então, falar da fisioterapia pélvica?

O assoalho pélvico fica na base da nossa bacia absorvendo todo o impacto do dia a dia.

Como qualquer outro músculo do nosso corpo ele pode muitas vezes ficar tenso, rígido e ter espasmos (contrações involuntárias) e assim dificultar sua função e causar dores.

Como qualquer outro músculo do nosso corpo, ele precisa ser exercitado e os exercícios para os músculos do assoalho pélvico, assim como todos os recursos para prevenção, tratamento e recuperação desta musculatura é chamada de fisioterapia pélvica.

Para que serve?

Na saúde da mulher a fisioterapia pélvica trata diversas disfunções pélvicas, como por exemplo, a incontinência urinária e fecal.

Também atua nos prolapsos pélvicos, bexiga caída, útero baixo ou “bola na vagina”, isso mesmo, a mulher sente ao se limpar uma bola, que pode ser a bexiga ou o útero.

Assim como trata todas as disfunções sexuais presentes na mulher desde uma flacidez vaginal até uma impossibilidade de penetração durante a relação. (DOR, VAGINISMO, FLATOS VAGINAIS.. entre outros)

No âmbito preventivo, trabalhamos na intenção de prevenir ou minimizar todas essas disfunções musculares. Sabe quando as pessoas dizem que perder xixi é normal ou que sentem dor na relação sexual, mas só no comecinho.

Perder xixi não é normal, nem quando a gente dá uma espirro forte e dor na relação sexual, muito menos. A relação sexual deve ser prazerosa e ter dor é indício de que algo está errado.

Veja mais sobre a incontinência urinária.

Fortalecer o assoalho pélvico

TODA mulher deve fortalecer a musculatura do assoalho pélvico, independente