Minha vagina pode ficar larga?

Esse é um medo muito comum entre as mulheres: o de ficar larga. Maior ainda quando vem acompanhando de um parto normal. Foi daí que surgiu o tal do ponto do marido. Pois é muita gente já me falou isso. O problema é que muito desse mito vem da socia sociedade machista e posso afirmar, leiga.

Dani, mas são médicos que dizem isso.

São médicos que fazem o “ponto do marido”. Sim, e quem te disse que médico entende de músculo, de contratilidade, de atividade (física ou contrátil)? Médico entende de medicina. Médico passou 6 anos na faculdade aprendendo umas coisas e eu passei 5 anos na faculdade aprendendo outras coisas, muitas delas bem semelhantes e outras beeemmm diferentes. Sim, estudamos coisas diferentes, entendemos coisas diferentes, tratamos coisas diferentes, por isso somos profissionais diferentes. Quando respondo uma pergunta, eu gosto de fazer as pessoas pensarem. Vamos pensar juntos? A vagina é feita de músculos, certo? Músculos são estruturas contráteis e elásticas. Os músculos têm elasticidade para se expandir suficientemente para passar um bebê durante o parto vaginal e de se retrair ao ponto de impedir ou dificultar a penetração no caso de vaginismo. O seu corpo foi feito para isso, mulher! Parece frase feita, não parece? Mas é verdade. Desde o início da gravidez, o corpo da mulher vem se preparando para o parto. Isso é natural, fisiológico, divino, sublime, use a palavra que preferir, mas é da nossa natureza.

A gravidez, prepara o corpo para o parto e para a maternidade. É um processo. Através dos hormônios, o fluxo sanguíneo fica maior, os tecidos mais elásticos, a região vaginal mais lubrificada. E não só os músculos, as articulações também estão sendo trabalhadas quimicamente para isso. (E fisicamente se você está fazendo fisioterapia em obstetrícia)

É tanto que os estudos científicos mostram que independente da via de parto, o que afeta a função dos músculos do assoalho pélvico é a própria gestação e não por onde o bebê nasceu. Isso já é figurinha antiga, comprovação batida e rebatida nos estudos, o que afeta o assoalho pélvica é a gravidez e não a via de nascimento. Os hormônios, o peso do útero sobre os músculos, tudo isso afeta a rede de sustentação pélvica. Pois é, o assoalho pélvico está sendo influenciado diretamente para ficar mais “frouxo” e permitir a passagem do bebê. “Mas estirou muito.” “Meu bebê era grande.” ou “Tive laceração xxx.”... Calma, muita calma nessa hora. Outra coisa que sabemos é que é preciso preparo antes também. Preparo muscular e articular. O músculo que sabe contrair, sabe relaxar. Para isso é preciso consciência corporal. E a gente não aprende a ter consciência nessa musculatura. De verdade, tem gente com boa formação acadêmica, com bom poder aquisitivo que não conhece a sua região íntima.


Por isso muitas vezes as minhas sessões começam com um espelhinho ou uma vulva de silicone pra mostrar caba buraquinho e cada espaço que temos, para nos olharmos e nos conhecermos. Mas estou falando de dentro, que é mais difícil ainda de se ver e se conhecer... Precisamos ensinar esses músculos e essas articulações a se comportarem. E a minha “oportunidade” para ensinar vocês é na gravidez, já que você terão de uma forma ou de outra alguma interferência na região só por estarem grávidas.

Para isso temos a fisioterapia durante a gravidez. E não tem nada a ver com academia, com pegar peso, nem com pilates ou com fazer dança. É um trabalho diferenciado, focado, direcionado para aquela mulher, o corpo dela e o que ela apresenta. Mas, mesmo fazendo fisio antes ou não, o corpo precisa de um tempo para voltar à sua “forma” de antes e aí entra novamente a Fisioterapia em Saúde da Mulher para permitir e facilitar o retorno desse corpitcho e da musculatura do assoalho pélvico. Você não vai ficar larga! Sabe por quê? Porquê você vai se exercitar. Esse é um músculo como outro qualquer. Sem exercício ele fica largo sim.

E exercícios para os músculos do assoalho pélvico são especialmente indicados durante a gravidez e pós-parto para manter a funcionalidade muscular, reduzindo as chances de lesões no parto e disfunções após parto. Entendido? .

.

DraDaniellaLeiros 🌷 - fisioterapeuta, acupunturista e doula (💐A Sua Hora - Serviços de apoio materno infantil) CREFITO 3 - 59546F