Grávida e têm dores nas costas? Por quê? Confira essas dicas.

Dores nas costas é sem dúvida uma queixa de boa parte das gestantes, mas para esclarecer melhor as causas e possíveis soluções reuni algumas informações adquiridas pela experiência que alcancei nestes últimos anos de trabalhos em saúde da mulher.
Antes de tudo é importante avaliar que no período da gestação há muitas mudanças hormonais que deixam a musculatura e os ligamentos das mulheres grávidas mais frouxos para permitir as adaptações corporais ao útero grávido e em crescimento constante.

 

 

Quais as causas dessas dores nas gestantes?

O que mais causa desconforto nesta área é o próprio peso do útero que tende a deslocar o centro de gravidade e o equilíbrio do corpo da mulher para frente, alterando todo o seu mecanismo postural, causando assim compensações que muitas vezes são dolorosas.

 

 

Quando iniciam essas dores?

As dores nas costas podem começar logo no início da gestação, não por uma ação direta da própria gravidez (do peso do útero), mas pela postura que certas mulheres tomam assim que sabem que estão grávidas, posicionando e se comportando corporalmente como uma gestante, com a barriga protrusa (para frente).

O mais comum é que essas dores surjam por volta do segundo trimestre, ou seja, no 40 mês de gravidez – em torno da 20a semana – momento que há o pico da relaxina (hormônio responsável pela frouxidão ligamentar) e quando o peso corporal da mulher já aumentou consideravelmente, além da exposição da barriga que começa a se “lançar” para frente.

 

 

E como evitar as dores?

Primeiro de tudo, estar hígida fisicamente antes de engravidar. O que isto quer dizer? Ter um bom controle do peso corporal antes de engravidar e uma musculatura trabalhada.


Não precisa ser ou estar sarada, mas é necessário ter uma musculatura, sobretudo do tronco (costas e abdome), ativas. Depois, a prática regular de atividade física durante a gestação é um dos fatores primordiais para evitar o aparecimento das dores.


Também não estou falando de atividade física indiscriminada, mas sim da prática da atividade física orientada e supervisionada por um especialista em exercícios para gestantes.

Por isso, é muito importante ter um acompanhamento correto para facilitar as adaptações corporais durante a gravidez e minimizar as possíveis dores neste período.


Uma vez já instalada, as dores nas costas essas podem ser tratadas, minimizadas e/ou controladas, porém isso depende de cada mulher, do seu corpo e da sua gravidez.


Contudo, a melhor dica é: tenha uma boa postura!

Aprenda como deitar, sentar, levantar peso, dormir e até como realizar exercícios da melhor forma para que essa dor diminua e não se agrave.
Outra forma de tratar as dores nas costas em gestantes é fazer fisioterapia; alongamentos, exercícios localizados, TENS (o famoso choquinho), compressas, massagens e até acupuntura são bastante eficazes na redução dessas dores.

 

 

E no trabalho de parto, essas dores causam algum problema?

Não, as dores nas costas não prejudicam diretamente o trabalho de parto.
Porém, no caso de parto cesariano, elas provavelmente serão acentuadas, devido à posição na mesa cirúrgica, mas você só irá senti-las no pós-parto, tornando-o mais doloroso e difícil.

No caso de parto normal, elas podem aumentar durante o período de dilatação e durante o período expulsivo, assim como podem dificultar alguma posição ou outra para o parto, mas isso com manejo adequado da fisioterapia durante o trabalho de parto é facilmente controlado.
E no pós-parto de um parto vaginal provavelmente essa dor não mais estará presente ou estará bem amena, devendo sumir aos poucos.

 

 

Quais as reclamações mais frequentes de gestantes?

Pela experiência que tenho no atendimento de gestantes há um consenso geral em reclamarem das dores nas costas durante o movimento. Uma vez que, a ‘parede’ de sustentação das costas é o abdome e este encontra-se distendido, durante o movimento, seja no sentar, levantar ou girar, a costas ficam ‘soltas’ e a dor aparece.

A orientação adequada para cada tipo de dor (sensação e localização) e a manutenção da postura adequada (a mais adequada possível a cada mulher e a cada gestação) é o que mais trazem resultados para o alívio das dores durante o movimento.

 

 

E como a fisioterapia pode ajudar nisso?

A fisioterapia pode e muito ajudar no controle dessa dor, principalmente quando realizada por especialistas nessa área.
De forma que são preconizados alongamentos, exercícios localizados, TENS –
estimulação elétrica transcutânea, compressas, mobilizações, massagens (muscular e relaxante) e orientações quando à postura, além da recomendação do uso de almofadas e travesseiros, exercícios e alongamentos e até uma vestimenta adequada.

 

E agora ficou mais claro o que causa as dores nas costas durante a gravidez e como isso pode ser tratado?
Mais se ainda você quer saber mais sobre o assunto ou de como a fisioterapia pode te ajudar neste período, deixe um comentário abaixo que responderei assim que possível!

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

March 2, 2019

February 2, 2019

November 8, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Instagram ícone social
  • Facebook Basic Square

Consultório

Contato

Av. Califórnia, 448 | Sala 4 | Jardim Califórnia | Ribeirão Preto - SP

WhatsApp (16) 99177-4433

  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon

© 2018 by FMA Comunicação Estratégica. Direitos de uso concedidos a Dra Daniella Leiros 

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Segunda a sexta-feira - das 8h às 17h30