COMO A TIA PODE AJUDAR NA GRAVIDEZ

Vou ser tia!

Que emoção!


É uma das frases mais emocionantes.

Eu me senti muito feliz em dizê-la!

Tão feliz quanto quando disse que seria mãe.


É uma notícia maravilhosa para se espalhar aos quatro cantos do mundo.

E espalhei, coloquei nas redes sociais e quem eu encontrava na rua, saia falando.


Essa notícia traz muitas expectativas, muito amor, muito planejamento e emoção.

Muitas vezes esses sentimentos podem misturar as nossas reações fazendo-as serem mal interpretadas.

Eu sei, o amor é tão grande e a intenção é sempre tão boa... mas nem sempre os pais recebem esse amor da melhor forma possível.


Então, como a tia pode ajudar na gravidez?

- Primeiro lembrando que você é TIA. O #bebe também é seu, mas seu SOBRINHO(A), os pais são outros. Você dará opiniões, vai ter ideias, mas a decisão final será dos pais, ok?

- Fale coisas positivas. Nada lembrar daquelas histórias trágicas que carregamos na memória. Eu sei, é o que a gente lembra, o nosso cérebro pensa nelas como forma de nos proteger, mas não invente de proteger “seus irmãos” dessa forma, se não consegue falar coisas positivas, pelo menos não fale as negativas, tá?

- Esteja disponível. Eles vão precisar de alguém para escolher as coisas do nenê, para conversar, para fazer companhia, mas também para cuidar do bebê e ajudar principalmente nos primeiros dias (comprar coisas na rua, organizar a casa, olhar o bebê de vez em quando, ajudar a cuidar a mãe...)

- Aproveite para mimar bem muito. Ser tia é ser amiga. Quando estiver com ele/ela brinque, chore, ria, beije, dance, curta, agarre. Aproveite cada minuto juntinho a esse pedacinho de gente que também é seu.

- Seja exemplo. Criança copia o que você faz e não o que você fala. Seja quem você gostaria que seu/sua sobrinho(a) seja e aja sabendo que ele/ela vai te imitar direitinho.

- Pergunte aos pais antes. Lembre-se sempre de perguntar aos pais antes. O filho não é seu. Você é tia. E a autorização de um dos pais é a licença para uma relação saudável, para que você são passe “por cima deles”, das regras deles, das vontades deles, da autoridade de pais que eles têm.

- Dê apoio, suporte, ajuda, reforço, auxílio. Você não pode fazer por eles, mas pode estar junto e contribuir, dar assistência, facilitar, não é mesmo?


Por mais que os pais tenham pessoas próximas, você é uma das mais próximas.

Por mais que você seja próxima, você não é eles.

Se você não é eles, você não pode fazer por eles.

Então faça com eles. Faça JUNTO e não POR eles.



A proximidade, dá intimidade.

A intimidade às vezes atrapalha, faz a gente se sentir tão a vontade que não mede as atitudes e palavras.

Cuidado. Eles estão conhecendo o novo bebê e estão sensíveis, vamos cuidar dos pais antes.


E por falar em cuidar dos pais este é o item que mais gosto de tocar quando falo em rede de apoio.

E aqui cabe um parêntese: Não é porque você é próxima que você é rede de apoio.

Rede de apoio é constante, é apoio. Não é esporádico, é suporte contínuo. Claro que combinado e legal para todo mundo, mas precisa ser constante.

E essa é a melhor forma de cuidar dos pais e de ser tia.

Eu ADORARIA poder ser tia dessa forma e ficar com o meu Davi sempre que eles precisassem. Meu porque ele é meu também, lembram? Mas não posso, pois moro há 3.000 km de distância.


Cuidem dos pais. Eles precisam estar bem para que o bebê fique bem.

Deixem os pais tranquilos para que possam cuidar do bebê e assim o bebê ficar tranquilo também.

Pais tranquilos significa casa funcionando sem que eles precisem atuar.

Não estou dizendo para você ir fazer faxina, mas aquela arrumada geral, colocar a roupa na máquina, recolher a roupa que está há dois dias no varal, apanhar as almofadas do chão, organizar a cama que está uma bagunça (sempre fica).


Aproveite esse amor de tia sincero, leve, divertido.

Faça você como a minha cunhada Maria Clara, a única tia do meu filho.

Ela é autora dessas fotos que você pode ver aqui .

Ela é quem mais se diverte com o meu filho. Ele e ela juntos é bagunça garantida. Bagunça divertida.

Amor gostoso. Amor de tia.


Falar coisas positivas

Entender que é tia e não mãe


Dra Daniella Leiros 🌷 - fisioterapeuta, acupunturista e doula (💐A Sua Hora - Serviços de apoio materno infantil) CREFITO 3 - 59546F

.

Posts Recentes